Paraíso Baiano – Morro de São Paulo

Parti de Petrolina-PE em excursão com destino à Morro de São Paulo-BA. Uma viagem tranquila com um trecho percorrido de ônibus e um trecho curto feito de Barco. Ao chegar à ilha é cobrada uma taxa de acesso de R$ 15,00. Chama de Taxa de preservação serve para custear as ações de proteção cultural e ambiental da APA – Área de Preservação Ambiental. “A APA destaca-se das demais unidades de preservação por ter como objetivo a experimentação de formas concretas de desenvolvimento socioeconômico, em harmonia com os preceitos ecológicos e as normas de preservação ambiental. Em suma, o processo de gestão direcionado pela criação de um espaço ideal para as práticas de Desenvolvimento Sustentável”

Os pontos fortes da APA das Ilhas de Tinharé e Boipeba constituem-se nas unidades ambientais com grande valor ecológico e alto grau de biodiversidade, a boa qualidade ambiental dos ecossistemas, as tradições culturais, assim como, a própria diferenciação da paisagem local que a torna um dos componentes de produtos turísticos diferenciados. Confirmando todas as previsões dos especialistas, o turismo aparece nesta APA como a principal vocação de desenvolvimento local e como incentivador e novas oportunidades, colocando este setor como um dos principais modeladores do espaço regional.

A ilha foi Descoberta em 1531, pelo navegador português Martin Afonso de Souza. Morro de São Paulo situa-se na Ilha de Tinharé, município de Cairu, estado da Bahia, região conhecida como Costa do Dendê e está situado entre o recôncavo baiano e o Rio de Contas, começando ao norte em Nazaré das farinhas até Itacaré mais ao sul. Em linha reta são 115 quilômetros de extensão, com aproximadamente 250 mil habitantes. Em sua vegetação encontramos um cenário de mata Atlântica, coqueirais, manguezais, belos rios e cachoeiras, além de restingas e um privilegiado litoral com praias que são verdadeiros cartões postais.

Tudo lá emana e transpira natureza. Fui disposto a procurar onde em cada canto da cidade a sustentabilidade está integrada ao dia-a-dia.  Praças integradas, ações de coleta seletiva, horário marcado para coleta dos resíduos, sistema de coleta de efluentes, poucas áreas totalmente impermeabilizadas, várias pousadas com sistema de aquecimento solar de água, além de existir poucos veículos motorizados, que são as motos dos serviços públicos e alguns pequenos tratores para trabalhos pesados.

Os passeios e atividades feitas, também são voltadas para a natureza, que vão desde um salto no vazio de uma tirolesa, com mergulho em piscinas naturais, passeio de barco com os golfinhos e uma relaxante sessão com argila.

Mas nem tudo é positivo. Alguns pontos ainda deixam a desejar na ilha, como as clareiras abertas na mata atlântica nativa que ainda resiste, pontos de deposição de resíduos, inclusive em bancos de areia no meio do mar, utilizados como ponto de banho para turistas.

No mais, Morro de São Paulo é um destino incrível, seja para descansar, curtir praia, natureza, esportes radicais ou simplesmente, por que não, para a nova modalidade de turismo sustentável!

 

0 Comments CLIQUE E COMENTE →


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>